Tudo nele é aproveitável. Com seu sumo preparam-se refrigerantes, gelados, molhos e aperitivos, bem como remédios, xaropes e produtos de limpeza.
Da casca retira-se uma essência aromática usada em perfumaria e no preparo de licores e sabões e em especial os valiosos Óleos Essenciais.
Enfim, muitas são as utilidades deste citrino fácil de achar durante o ano todo, nas suas diversas variedades.
Em geral, todos os tipos de limão têm aspecto semelhante, embora mudem no tamanho e na textura da casca, que pode ser lisa ou enrugada. Quanto à cor, variam do verde-escuro ao amarelo-claro.
O limão é uma excelente fonte de vitamina C, muito importante para combater as infecções, pois aumenta a resistência do organismo.
Contém ainda vitamina A e vitaminas do complexo B, além de sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro.
O sumo de limão é um óptimo tónico e bactericida, mas não deve ser tomado puro, pois pode prejudicar o estômago devido à sua acidez.

Experimente então esta deliciosa receita :

Gelado de Limão Ingredientes:
1
iogurte natural
1 pacote
leite condensado
1 lata
limão (raspas)
1 colher de sopa
sumo de limão
0.5 chávena
Preparação:
Bata no copo misturador o leite condensado, o sumo, as raspas de limão e o iogurte, até obter uma mistura homogénea.
Disponha num recipiente próprio para congelador e leve ao congelador durante aproximadamente 6 horas, ou até endurecer.
A meio da congelação (ao fim de 3 horas, mais ou menos), retire do congelador e bata com a batedeira, voltando a colocar no congelador. Sirva em taças, decorando com tirinhas de casca de limão.


fonte: portugalmistico.com







Em Portugal, o papel tradicionalmente desempenhado pela madrinha (que, muitas vezes, era a velha madrinha de baptismo, imposta à noiva, para «não parecer mal) está a dar lugar ao bem mais divertido costume anglô saxónico das damas de honor.
Estas, juntam-se à madrinha nas suas tarefas específicas, e podem ser duas quatro ou uma dúzia.
São, por norma, algumas das melhores amigas da noiva.
Normalmente, ainda solteiras, mas não necessariamente.
Este grupo de mulheres têm um papel indiscutivelmente importante não só no dia do casamento mas também nos meses que antecedem a boda.
Cabe-lhes ajudar nos mil e um preparativos, ter ideias, apaziguar os temores e, claro, organizar a melhor despedida de solteira de todos os tempos.

Quantas?

Cabe à noiva pensar se quer incluir damas de honor no seu cortejo, quantas quer e quem deseja convidar para essa função. A primeira coisa a considerar é a dimensão da festa. Se está a planear um casamento informal para 60 convidados, é obviamente deproporcionado ter um grupo de dez damas de honor e duas meninas das alianças a acrescentar à madrinha. É que se pensar, no padrinho, no noivo, nos seus pais e sogros...enfim, pouco deve faltar para ter metade dos convidados no altar. Se pensarmos, por exemplo, numa boda com cerca de 150 convidados, talvez possa convidar, para além da madrinha, quatro amigas para damas de honor e ter também uma menina das alianças. Ah, e não se esqueça, quem paga os bouquets delas... é você.
Quem escolher?

Mas a escolha do grupo de damas de honor não é tarefa fácil. Há sensibilidades a ferir no caso de escolher a amiga A em detrimento da amiga B ... pense bem se quer meter-se nessa aventura. Privilegie a família e as amigas mais antigas em detrimento das colegas de trabalho. Ah e esqueça a lei da retribuição. Só porque alguém a convidou há três anos para ser dama de honor (e nem voltaram a ter grande contacto desde então) isso não a obriga a convida-la agora para ser sua dama de honor. Uma boa forma não ferir susceptibilidades é impor critérios que toda a gente compreenda: só solteiras; ou só as do parque de campismo...

A toilette

E depois, há a questão dos vestidos. É a si, a noiva, que cabe escolher o modelo, mas tenha em conta os gostos e as silhuetas diversas das suas amigas. Cada uma tem uma individualidade diferente e você quer que todas elas se sintam lindas e confiantes no dia do seu casamento. É bom prever que o modelo escolhido possa ter variantes do género: mais curto, mais comprido, com ou sem mangas, mais ou menos decotado... Outra boa dica é que o vestido que cada uma das suas damas de honor vai comprar possa ser-lhes útil noutras ocasiões e não fique demasiado dispendioso (é o seu casamento, não o delas!). Um combinado de duas peças, tipo saia e corpete, por exemplo, pode ser uma boa solução.
Convença o seu noivo a reunir um grupo de amigos de padrinhos semelhante

Os grupos de damas de honor e de padrinhos não têm de ser exactamente simétricos mas é mais divertido e elegante se houver equilíbrio entre o número de acompanhantes do noivo e o número de acompanhantes da noiva. É natural que tal coisa nunca tenha passado pela cabeça do seu noivo. Converse com ele sobre isso e veja como ele reage ao tema. Ao fim e ao cabo, pode ser que os amigos dele achem graça à oportunidade rara de usarem fraque e darem asas a alguma vaidade...

fonte: Dias Felizes

Os cocktails de fruta devem sempre ser servidos frescos.

Ingredientes

Laranja
Limão
Tangerina
Licor de Morango
Gelo

Preparação

Misture partes iguais de sumo de laranja, de limão e de tangerina com o triplo de licor de morango. Um pouco de gelo triturado e pedacinhos de morango para guarnecer.

Sugestões

Do livro «Licores segredo e tradição» de Edite Vieira Phillips da Editora Colares.

fonte:sabores.sapo.pt/

Se optou pela indução do parto, cada vez mais frequente em Portugal, então terá certamente tudo controlado. Se por outro lado está à espera da «mãe natureza», então o que se segue é para si.


O ideal será começar a planear o parto e o que fazer, cerca de um mês antes do dia previsto. Isto porque as previsões normalmente variam entre uma e duas semanas por defeito ou excesso. Como tal, o planeamento e preparação são fundamentais, e não apenas para as mamãs. Os pais desempenham aqui um papel preponderante. E é importante que o façam para não se sentirem excluídos deste momento de mudança nas suas vidas.


Entre as coisas mais importantes a fazer, está a mala para mãe e filho, e também a preparação do regresso a casa. Esta deve estar preparada para receber o mais novo elemento da família, de modo a que a transição do hospital decorra o mais suave possível.


Encare a lista que lhe damos de seguida, como um referência das coisas mais relevantes que deve ter em conta. Em todo o caso, contacte o hospital, maternidade ou clínica, para ter a certeza que tem tudo o que precisa. Estes locais costumam também dar-lhe indicações do que levar e fazer.


Para a Mãe

Umas mais informais e outras com sentido «fashion» mais apurado, todas devem ter os seguintes pontos em atenção e colocar na mala:

* Roupa para dormir (pijama ou camisa de noite preparadas para a amamentação)
* Chinelos
* Uma muda de roupa (para o regresso a casa)
* Artigos de higiene pessoal (escova e pasta de dentes, escova de cabelo, champô, pensos higiénicos)
* Carteira com os documentos pessoais
* Revistas ou livros (para passar o tempo)

Para o Pai

Nesta altura os papás tendem a gastar muito as solas dos sapatos, ao andarem de um lado para o outro, sem saberem muito bem o que fazer, ou qual o seu papel exaxtamente. Aqui vai:

* Livros, revistas, Sudoku, Gameboy, PSP ou qualquer outra coisa que o mantenha ocupado
* Roupa (para o caso de passarem a noite na sala de espera)
* Máquina fotográfica ou câmara de video (essencial)
* Telemóvel e carregador (prepare-se para passar horas a atender e a fazer telefonemas)
* Charutos (para aquela celebração com os amigos)
* Carteira com os documentos pessoais

Para o Bebé

De poucas necessidades, comer e dormir estão no top. Pouco sabe fazer mas o que faz, fá-lo bem e em grandes quantidades. Por isso não se esqueça de:

* Várias mudas de roupa para o recém-nascido
* Fraldas (muitas fraldas, de recém-nascido)
* Cremes e toalhetes (alguns hospitais/maternidades disponibilizam estes artigos)
* Uma manta (escolha bem porque esta vai acompanha-lo por muito tempo)
* Uma chupeta (a melhor amiga do bebé)


Pata tornar o regresso a casa agradável e sem complicações, prepare várias refeições antes de ir para a maternidade. Se tiver um marido cozinheiro, uma sogra prestável ou outros do tipo, tanto melhor.
Relaxe enquanto pode e aproveite ao máximo esse milagre da natureza.

fonte: bebes.kazulo.pt

Ingredientes:

alho: 2 dentes

arroz: 1 tigela

azeite: q.b.

cebola grande: 1

cebola pequena: 1

louro: 1 folha

pimenta em grão: q.b.

polvo: 1.25 kg

sal: q.b.

salsa: q.b.

vinho branco: 1 copo


Preparação:

Limpe cuidadosamente o polvo, retirando toda a viscosidade e bata-o com um maço de madeira para o amaciar. Lave-o em água corrente e mergulhe-o em bastante água a ferver com a cebola pequena e um fio de azeite. Deixe cozer até o polvo ficar macio. Entretanto faça um refogado com a outra cebola, os alhos picados e o fundo do tacho bem coberto de azeite. Quando a cebola começar a alourar junte o polvo cortado aos pedaços, o louro, sem o veio interior, e algumas hastes de salsa. Refogue bem e, gradualmente, acrescente o vinho branco. Tempere com sal e pimenta moída na altura e deixe apurar durante cerca de 10 minutos. Junte 3 tigelas de água de cozer o polvo, previamente coada e deixe ferver. Rectifique o tempero, junte o arroz, e cozinhe até abrir. Quando servir retire a salsa e o louro.

Como cozinhar polvo tenro e macio?

Limpe bem o polvo, bata-o com força na banca. Se o cozer apenas com um copo de vinho branco, lentamente, fica super tenro e macio.

fonte:comezainas.clix.pt











Os sapato de noiva devem ser femininos, elegantes, cómodos e de qualidade

-As noivas procuram cada vez mais sapatos personalizados. Embora se possa comprar sapato em vez de mandar fazer, a verdade é que é a maioria das noivas acaba por querer forrar os sapatos com o tecido do vestido.

-A noiva do século XXI destaca-se por ser elegante, coquete, dinâmica, segura de si própria, independente, e por saber aquilo de que gosta, sem rodeios. Se quiser ser uma noiva adaptada a estes tempos, escolha sapatos que traduzam feminilidade, elegância, comodidade e qualidade.

-É essencial que a noiva se sinta cómoda com todos os seus adereços e que estes traduzam uma imagem elegante e feminina durante o dia. Dito de outra forma, os sapatos devem ser de princesa, mas sem excessos de adornos. A beleza dos sapatos deve estar na sua forma e nada mais.

-A qualidade do material é fundamental, não apenas para garantir a comodidade dos sapatos, como também a sua elegância. Em termos de cor, tudo depende da cor do fato de noiva, embora os sapatos possam ser brancos, brancos sujos, beges, prateado, estampados ou com aplicações.

-Em relação ao sapatos das damas de honor, as noivas podem optar por mandar fazer sapatos especiais para este dia de festa. Podem ser aplicados os mesmos critérios de elegância e qualidade, variando sobretudo o tamanho e a cor.

fonte: casamento click

Pensa no dia do seu casamento correr alguns quilómetros, dançar até que os seus pés não aguentem mais, ou exibir um pouco do seu estilo pessoal? Estas questões poderão leva-la a pensar no que deverá procurar nuns sapatos de noiva. As dicas seguintes irão ajudá-la a escolher os sapatos de noiva perfeitos.

Quando comprar

Os sapatos de noiva devem ser comprados na altura do vestido do casamento. Não tem de ser comprados no local onde se compra o vestido, mas deverão de estar presentes quando se decidir pelo vestido de casamento, pois quer o estilo quer a altura devem estar ajustados ao vestido de noiva. Se encomendou o vestido a um designer, peça-lhe uma amostra do tecido para procurar uns sapatos que estejam de acordo com a cor e com a textura do vestido; em alternativa leve uma imagem do vestido.

Combinar as cores e texturas

A textura e cor dos sapatos deve combinar o mais possível com a textura e material do vestido de noiva, mas não entre em pânico por os sapatos não serem exactamente do mesmo tom que o vestido. Os sapatos de noiva não têm de ser exactamente iguais ao vestido. Se mesmo assim desejar que sejam exactamente iguais, pode sempre optar por mandar forrar os seus sapatos com o tecido do vestido.

Material

Não é obrigatório usar sapatos de tecido, ainda que seja recomendável se pretender uma uniformização do look com o vestido. Se encontrou uns sapatos que acha que combinem com o sue vestido e são de pele, desde que estes complementem o look, são perfeitamente viáveis.

Comprimento do vestido

Se usar um vestido mais curto pode sempre optar por sapatos abertos e mais arrojados, desde que não se esqueça de fazer uma excelente pedicura. Se não optar por um vestido comprido e estiver indecisa quanto aos sapatos a usar, opte por sapatos fechados pois muitas vezes não é muito agradável quando a noiva se encontra em andamento verem-se os seus dedos dos pés por debaixo do vestido, dando muitas vezes a sensação que está descalça.

Estilo

Sapatos de noiva podem ser feitos de diversos materiais como a seda, veludo, cetim, brocado, e ter detalhes incorporados como contas, fitas, contas, cristais, ou flores brancas. A forma do sapato pode ser muito variada, podem ser uns stilettos, pumps ou abertos no calcanhar. Os pumps podem ter uma abertura nos dedos redonda, ou quadrada, e podem ter saltos quadrados ou finos, é tudo uma questão de estilo.

Local em questão

O enquadramento do sapato não deve ser só pensado em termos do vestido que se vai usar, mas também do local onde vai decorrer o casamento; por exemplo se o casamento ocorrer numa praia os sapatos devem ser substituídos por sandálias rasas talvez decoradas com pequenos búzios.
Branco?
Os sapatos de noiva não têm de ser brancos. Para além de existirem uma variedade de brancos disponíveis, se quiser dar um toque pessoal aos seus sapatos, pode sempre optar por um toque menos convencional; pode por exemplo combinar uns sapatos prateados com a restante joalharia que usar. O importante nos sapatos de noiva não é a cor, mas sim o estilo e o look total que ajudam a complementar.
Estilo próprio

O conforto é um elemento a ter em conta, mas não descuide o estilo. Escolher sapatos que complementam o vestido de noiva e mostrem o seu sentido de estilo é algo por vezes um pouco difícil. Muitas vezes a moda dita saltos altos, enquanto o seu estilo pessoal diz que deve escolher uns sapatos rasos. Tenha atenção a este impulso, pois se usar uns sapatos completamente distintos do seu vestido, atrairá toda a atenção para os pés, o que no caso de uma noiva não convém acontecer; o objectivo é que a noiva tenha um aspecto consistente e que brilhe na generalidade e não só num ponto específico.

O ideal

O par de sapatos de noiva ideal será um par de sapatos confortáveis e com estilo. Tente sempre encontrar um certo balanço entre o seu estilo pessoal e o look geral pretendido para o dia do casamento. Os melhores sapatos de casamento são os que a farão sentir linda e sexy.

fonte: onossocasamento.pt

1.Porque nasceu com o corpo cheio de pelinhos?

Alguns bebés podem nascer com as costas e os ombros cobertos por um pêlo fininho. Este pelinho – chamado lanugo – muitas vezes preocupa os pais. Mas não há motivos para se assustarem, já que esse pelinho – que cresce aos bebés durante a gestação – não é definitivo e cai pouco tempo depois de o bebé nascer.

É verdade que alguns nascem com mais pêlo do que outros, mas isso depende, principalmente, da origem genética. Por outras palavras, se os pais forem "peludos", é possível que o bebé também o seja.

2. Porque se formam crostas na cabeça do bebé?

As crostas que se formam por vezes na cabeça do recém-nascido, denominam-se "crosta láctea", e dependem basicamente das características da pele do bebé. Assim, quanto mais gordurosa for a sua pele, mais crostas se formarão. A crosta láctea não é mais do que uma secreção das glândulas seborreicas, e normalmente localiza-se no couro cabeludo, embora também possa aparecer nas sobrancelhas e por detrás das orelhas.

As mamãs podem ficar muito preocupadas, devido ao seu aspecto, mas não desesperem, porque essas crostas cairão sozinhas. Para isso, basta colocar um pouco de óleo de amêndoas doces sobre as crostas meia hora antes do banho, pois isso ajuda a que se soltem com mais facilidade utilizando uma escovinha macia. De todas as formas, elas acabam por soltar-se sozinhas.

3. Porque é que as meninas às vezes libertam um fluxo rosado?

Durante a gravidez, tanto os meninos como as meninas, estão expostos às hormonas maternas (fundamentalmente estrógenos e progesterona). E no caso das meninas, ao longo da gravidez, a sua mucosa vaginal também recebe esse estímulo hormonal.

Embora ao nascer esse estímulo termine abruptamente, parte dessas hormonas permanece na mucosa vaginal das bebés e pode originar um fluxo rosado ou uma pequena hemorragia (pseudo menstruação). Quando as mamãs vêem que a bebé tem uma hemorragia, podem assustar-se muito. Mas não se devem preocupar, este episódio irá passar e não se voltará a repetir.

4. Se nasceu com os olhos azuis, eles ficarão assim?

Ao princípio, os olhos escuros, sejam pretos ou castanhos, apresentam uma coloração azul acinzentada. Mas isso não quer dizer que o bebé tenha olhos azuis, apenas que o tom escuro ainda não se encontra definido.

Por volta dos 6 meses já mostrará a cor definitiva dos olhos. No entanto, quando os olhos são definitivamente azuis, eles mostram-se assim desde o primeiro momento, e não há dúvidas a esse respeito.

5. Porque é que quando chora, lhe treme o queixo?

Os bebés nascem com imensos reflexos, que são movimentos involuntários. Alguns permanecem por toda a vida, enquanto que outros vão desaparecendo à medida que a criança vai amadurecendo.

Assim, há reflexos que desaparecem em poucas semanas e outros alguns meses mais tarde. O facto de lhe tremer o queixo quando chora é totalmente normal, e é um desses movimentos involuntários que vão desaparecendo com o tempo.

6. Se o recém-nascido espirra, significa que está constipado?

Os recém-nascidos podem espirrar com frequência, mas isso não quer necessariamente dizer que estejam constipados. O espirro é uma forma de limpar as fossas nasais de corpos estranhos e de limpar as secreções. Quando o bebé está constipado apresenta uma secreção mucosa clara e semilíquida.

7. Porque boceja tanto, se dorme normalmente?

O bocejo faz parte do processo neurológico e de maturidade da criança, e nem sempre implica que tenha sono. Muitas vezes é simplesmente uma forma de se espreguiçar.

8. Porque é que poucos dias após nascer lhe apareceram escamas na pele?

A pele de todo o recém-nascido muda e renova-se, de modo que o bebé elimina a pele com que nasceu e substitui-a por uma nova. Embora a substituição seja progressiva em todo o corpinho, esse processo é mais visível nas mãos, nos pés, nos pulsos (quer dizer, fundamentalmente, nas extremidades), e no abdómen.

9. Porque lhe surgem pontos brancos do nariz?

Este facto está relacionado com a crosta láctea. Também se deve ao desenvolvimento das glândulas sebáceas, e tanto o rosto como o couro cabeludo do bebé possuem um número importante delas.

Estes pontinhos brancos chamam-se "milia", e dependem das características da pele do bebé: se for gordurosa, está mais propensa a que surjam, mas desaparecem ao longo do primeiro mês. Se é das mamãs que não consegue conter a tentação em espremer as borbulhas, lembre-se que NÃO deve tocar nos pontinhos brancos do bebé, sob pena de fazer cicatrizes.

10. Porque é que o bebé tem ramelas? Como devo limpar-lhas?

É comum que os recém-nascidos tenham ramelas. Trata-se de secreções oculares totalmente normais que pode limpar com uma gaze estéril embebida em água morna.

Estas secreções não implicam conjuntivite, porque a conjuntivite manifesta-se com secreções que colam os olhinhos a tal ponto que o bebé não consegue abri-los. Nesse caso, é melhor marcar uma consulta com o pediatra, para que lhe indique o tratamento adequado.

11. É normal que chore sem lágrimas?

Durante as primeiras semanas de vida, os bebés choram sem lágrimas. Isto deve-se a que as glândulas lacrimais – que são as glândulas que "fabricam" as lágrimas – nessa altura ainda estão pouco desenvolvidas. À medida que vão ganhando maturidade, começam a funcionar e no final do primeiro mês, já começam a aparecer as primeiras lagrimitas.

12. O meu bebé está agasalhado, mas tem os pés e as mãos gelados

É normal que, quando a mamã nota que os pezinhos do bebé estão frios, interprete que ele está com frio e corra a calçar-lhe um par de botinhas. E, se achar que ele ainda continua com frio, talvez o tape com uma mantinha de lã.

No entanto, é importante saber que todos os recém-nascidos têm as mãos e os pés frios, e até podem chegar a estar azulados. No entanto, isto não quer dizer que o bebé esteja pouco agasalhado ou que tenha frio, mas sim que as suas mãos e pés têm um menor fluxo de sangue (vaso constrição), e isso faz com que pareça estar gelado.

É uma situação normal, no entanto, deve preocupar-se quando o bebé tem as mãos ou os pés muito quentes, já que poderá estar com febre.
13. Como devo limpar-lhe o coto do cordão umbilical?

O coto do cordão umbilical tem uma cicatriz, e, para limpar-lho, deve passar suavemente uma gaze esterilizada embebida em álcool, em cada muda de fralda. O coto deve limpar-se desde a base até ao extremo livre, e muito especialmente na união com o umbigo. Desta forma, secará e cairá mais rapidamente.

14. Porque é que às vezes tem sangue no coto do cordão umbilical?

Quando o coto se desprende, é normal que apareça uma crosta de sangue seco que pode assustar as mamãs. No entanto, não deve ter receio de limpar-lho. Pelo cordão umbilical passavam vasos sanguíneos cuja cicatrização ainda não se completou. Por isso, devemos continuar a limpar com gaze e álcool, até que cicatrize totalmente.

No entanto, se notar que o coto tem mau cheiro ou que tem secreções, é necessário consultar o pediatra, já que pode tratar-se de uma infecção.

15. Quando cairá o cordão umbilical?

Entre os 10 e os 20 dias posteriores ao nascimento, o cordão cairá e deixará essa marca que todos temos: o umbigo. O tempo que demora a desprender-se depende também da forma como for limpo. Uma higiene correcta ajudará a que caia e cicatrize mais rapidamente.

16. Quando a despi para mudá-la, notei que lhe saía leite do peito. É normal?

Também pode suceder que – devido à presença de hormonas maternas – tanto as meninas como os meninos apresentem o peito inflamado e um inchaço nos mamilos. E ainda que não seja muito frequente, podem ter uma secreção láctea. Não se preocupe. Com o passar dos dias, a situação fica normalizada. No entanto, nunca aperte o peito do bebé.

17. É normal que regurgite?

Em primeiro lugar, não devemos confundir regurgitação com vómito. Que os bebés regurgitem é totalmente normal, mas que vomitem não. Nos recém-nascidos, a regurgitação deve-se ao refluxo fisiológico provocado pela ainda imatura comunicação entre o esófago e o estômago.

Devido ao facto do esfíncter esofágico inferior ainda não estar totalmente fechado, parte do leite que o bebé toma volta a subir pelo esófago e sai pela boca.

Isto é mais frequente se o bebé for muito comilão, e comer mais do que suporta o seu estômago. Mas também pode acontecer que regurgite ao mudá-lo bruscamente de posição. Por isso, depois de comer, o bebé tem de arrotar para que elimine o ar que engoliu e é necessário mantê-lo num ambiente calmo e sossegado.

18. Porque tem soluços?

O soluço é outro dos reflexos próprios do recém-nascido que necessita de algum tempo para desaparecer. Um ditado popular diz que, com um susto, o soluço desaparece. Isso deve-se ao facto de que o susto altera a mecânica respiratória e o soluço desaparece.

Mas nos bebés essa táctica não funciona. O soluço desaparece sozinho, por isso nem pense em assustar o pequenito. Não serviria de nada e o pobre do bebé ficaria somente muito desconsolado e assustado.

19. Porque tem os testículos tão grandes?
Os meninos recém-nascidos podem apresentar os testículos muito grandes. Trata-se de uma situação normal. A causa é que – ao nascer – os testículos podem conter algum líquido (hidrocelo), que se irá reabsorvendo com o tempo.

No entanto, o tamanho deve ser idêntico durante as 24 horas. Se durante o dia os testículos sofrerem uma modificação importante no tamanho, é necessário consultar o pediatra.

20. É normal que o cocó tenha mucosidades?

Depois da eliminação do mecónio – que acontece aproximadamente 48 horas depois de nascer – as deposições do bebé começam a modificar-se: tornam-se semilíquidas e de uma cor amarelada ou esverdeada. E não é raro que as deposições tenham mucosidades.

Trata-se de secreções respiratórias que foram digeridas, chegaram ao intestino, e são eliminadas com a matéria fecal. Estes episódios podem ser mais frequentes quando o bebé engoliu líquido amniótico durante o nascimento.

21. Quando poderei levá-lo a passear?

Do ponto de vista físico, o bebé pode sair a passear desde o primeiro dia. No entanto, de acordo com a sua adaptação, é aconselhável que, durante o primeiro mês, não faça passeios muito longos.

Isto representa um benefício tanto para a mamã como para o bebé. Para o bebé, porque acaba de sair do útero, alheio às condições e estímulos do ambiente, e está a adaptar-se a um novo mundo, aos ruídos da casa, às luzes, aos horários.

Por isso, também é conveniente não ir a lugares onde existam muitas pessoas, porque correria o risco de contagiar-se com alguma doença viral. Para a mamã, os passeios breves também são benéficos, dado que se encontra no puerpério: o seu corpo está a regressar à normalidade e cansa-se com facilidade. Por isso, ficar em casa ou sair e não se afastar muito e por breves períodos, será uma vantagem para ambos.

22. Arranhou o rosto com as unhas. Posso cortar-lhas?

Se o pequenito tem as unhas muito compridas convém cortar-lhas, para evitar que se arranhe. O ideal é limar-lhas com uma lima exclusiva para o bebé, ou – se as tiver muito compridas – pode cortar-lhas com uma tesoura especial para as unhas dos bebés (têm a ponta arredondada), previamente desinfectada com álcool.

Mas é preciso muito cuidado para não o magoar, já que – dada a sua pouca imunidade – uma pequena ferida poderia originar uma infecção. A lima é mais segura e é a melhor maneira de evitar magoar o pequenito.

23. Quando poderei dar-lhe o primeiro banho de imersão?

O bebé pode e deve tomar banho logo no primeiro dia de vida. As mães são ensinadas na Maternidade a dar o banhinho ao seu filho. Contudo se não poder dar-lhe banho um dia ou outro não é grave, pode proceder à sua higiene diária através de um banho com algodão: em cima do mudador, pode limpá-lo com um algodão embebido em água morna e sabonete para bebé.

O banho do bebé deve ser sempre de imersão, ou seja, colocando-o numa pequena quantidade de água morna, deve lavá-lo começando pela cabeça, depois o corpo e por fim os genitais.

O banho descontrai o bebé e ele gosta muito. No entanto, tenha em atenção que ele assusta-se muito com o duche, por isso, não pense nessa opção.

24. Quando lhe vou dar o peito, abre a boca enquanto abana a cabeça. Porquê?

Trata-se do reflexo de busca, que está presente desde o nascimento, mas que irá desaparecendo com o tempo.

Quando o bebé procura o peito, abre a boca e sacode a cabeça como que a dizer "não". É necessário aproveitar esse momento e prendê-lo ao peito, para que agarre o mamilo e a auréola.

25. Parece-me que o meu bebé gosta mais do peito esquerdo que do direito. O que faço?

Muitas mulheres têm essa sensação. Mas é necessário insistir em oferecer-lhe o outro peito. No entanto, se o bebé acaba por não o aceitar, não deve preocupar-se demasiado, já que cada peito produzirá a quantidade de leite necessária para o bebé e poderá alimentá-lo como ele quiser.

fonte:www.mensageirovirtual

É um prato em que se fritam colheradas de uma mistura de bacalhau às lasquinhas, farinha e ovos. Há diversas variantes. Podem servir de entrada ou acompanhadas de arroz de feijão, arroz de legumes ou salada de feijão frade.

Ingredientes
Bacalhau: 1 posta
Salsa: 2 Colheres de sopa
Cebola : 1 média
Alho: 1 dente
Ovo: 3
Pimento verde: ¼
Vinho branco: 1 dl
Farinha de trigo: 100g
Sal e Pimenta q.b.
Azeite q.b. para fritar

Preparação

Desfie muito bem o bacalhau já demolhado.
Misture a farinha com as gemas dos ovos. Tempere com sal e pimenta a gosto.
Pique finamente a cebola, o alho, a salsa e o pimento. Junte ao preparado.
Misture bem , acrescente o bacalhau e depois o vinho branco. Deixe repousar no frigorífico 1 hora.
Bata as claras em castelo e junte cuidadosamente ao polme.
Aqueça o azeite e frite colheradas da massa.
Escorra em papel absorvente.



Mas não se preocupe, não há razão para recear e em breve este será um momento divertido e de intimidade entre mamã e bebé.
É natural que o pediatra aconselhe que, nos primeiros dias, o bebé tome "banho seco", uma vez que a pele ainda é bastante frágil.
A higiene do bebé é muito importante e deve ser seguida com grande atenção. Depois dos primeiros dias e após recomendação do pediatra, poderá começar a dar banhos de imersão ao seu bebé. No entanto, deve ter alguns cuidados:

- Aquecer a divisão onde dará banho ao bebé. Com este cuidado o bebé sentir-se-á mais confortável e evitará as constipações.

- Preparar antecipadamente tudo o que vai precisar, toalha, sabonete, champoo. Deste modo evita deixar o bebé sozinho.

- Usar uma banheira não muito profunda, com mais ou menos 10cm de água. Deve colocar primeiro água fria e só depois água quente, até atingir a temperatura de 37º. Só depois de atingir esta temperatura é que deverá mergulhar o bebé, cuidadosamente, na água do banho.

No fim do banho, deverá secar o bebé cuidadosamente e aplicar-lhe uma loção hidratante indicada.


O banho seco



O banho seco é um tipo de banho indicado para os primeiros dias do bebé, enquanto o umbigo ainda está a sarar, uma vez que o bebé não é imerso em água. Deve seguir as indicações dadas pelo pediatra, no entanto, aqui ficam alguma dicas:

- Antes de tirar as roupas do bebé, deve limpar-lhe a cabecinha. Faça-o com algodão ou gaze embebida em água morna e sempre com muito cuidado, para não magoar o bebé. Limpe-lhe os olhos, as narinas, cara e orelhas com uma gaze esterilizada e soro fisiológico.

- Depois, lave os cabelos do bebé. Deve fazê-lo com um sabonete liquido para bebé e enxaguar com uma toalha macia e sem esfregar.

- Retire-lhe as roupinhas da parte cima. Lave o bebé com algodão embebido em água morna e sabonete líquido apropriado. Limpe-lhe o pescoço, o tronco (à frente e atrás) e os bracinhos, tendo especial cuidado com a limpeza das dobrinhas, enxugue o bebé e coloque-lhe roupas limpas.

- Tire as roupinhas de baixo e a fralda. Limpe o bebé com algodão embebido em água morna e sabonete líquido, tal como explicitado na parte de cima. Deve ter um especial cuidado com possíveis resíduos de fezes.

- Limpe o umbigo de acordo com as indicações dadas pelo pediatra.

Depois deste processo, o seu bebé estará limpinho.

fonte:www.milupa.pt

1. Prefira os alimentos integrais, pois são ricos em fibras que ajudam no bom funcionamento do Intestino e inibem a absorção do excesso de gorduras e colesterol da dieta.

2. Faça várias refeições ao dia em pequenas porções. Para o corpo é mais fácil digerir pequenas refeições.O seu apetite será menor e o organismo mandará menos reservas para os depósitos de gordura.

3. Mastigar bem os alimentos. Esse processo permite que a chegada do alimento ao estômago seja lenta, o que implica mais tempo de saciedade.

4. Evitar bebidas alcoólicas durante as refeições. O corpo ficará encarregado de queimar primeiro a álcool, pois este é tóxico ao organismo Enquanto isso, os demais nutrientes da dieta são armazenados nas reservas de gordura.

5. Evite o consumo de calorias vazias (doces, açúcar refinado). O corpo utiliza uma parte como fonte de energia e o restante é acumulado na forma de gordura.

6. Evite sumos de frutas durante as refeições, principalmente laranja, pois aumentam o valor calórico, e os nutrientes como vitaminas e minerais devem ser colocados nas saladas com menos calorias.

7. Beber no mínimo 2 litros de água ao dia. Hidrata o corpo, ajuda na eliminação de toxinas pelos rins, e auxilia na formação de enzimas que regulam a gordura corporal.

8. Ao fazer as refeições procure consumir primeiro as verduras e legumes, seguido dos demais alimentos. As fibras em contacto com o Estômago acelera a libertação de enzimas digestivas, tornando mais fácil a digestão.

9. Evite alimentos de diéta. Alguns não contém açúcar mas apresentam altos teores calóricos.

10.O queijo é rico em proteínas e apresenta teor variado de gordura. A quantidade de gordura pode ser percebida pela cor do queijo. Quanto mais amarelo, maior é seu teor de gorduras. Prefira queijos brancos.

11. Dê preferência por assados, cozidos ou grelhados. Preparações à milanesa (boi, frango ou peixe) somar até 100 calorias a mais.

12.Quando sentir fome, procure alimentos saudáveis e de baixa caloria como uma fruta ou uma barra de cereais.

13. Numa festa ou jantar de negócios não saia de casa de estômago vazio. Faça uma refeição normal para não descontar a fome em porções de bolinhos de queijo, rissois e outros salgados. Prefira preparações assadas e evite os fritos.

14. Na escolha entre carnes vermelhas e brancas, lembre-se que a Segunda opção é a escolha mais saudável, e menos calórico pela menor quantidade de gordura.

15. Para sobremesas evite preparações com chocolate, chantily e cremes. Prefira salada de frutas ou gelado de frutas.

16. À noite tenha sempre uma refeição menor do que o almoço. Refeições calóricas antes de dormir são mais facilmente transformadas em gordura pois não são utilizadas rapidamente.

17. Se foi dormir tarde e lhe der vontade de comer doces, prefira frutas secas (1/2 chávena), não tem gordura e o tipo de açúcar não é facilmente transformada em gordura.

18. Quando pensar em emagrecimento, pense na mudança da Composição Corporal, para melhor obter este resultado a actividade física coadjuvante com a dieta é muito bem recomendado.

19. A actividade física deve iniciar com uma caminhada leve de 3 à 4x na semana com uma duração de 30min. O ideal é ter o acompanhamento de um profissional de atividade física para poder trabalhar com a frequência cardíaca ideal e Ter melhores resultados de metabolização da gordura.


fonte: www.sitemedico.com.br











Sem dúvida que preparar a roupa com a qual você vai passar a primeira noite com o seu amor é algo que deve ser feito com muito carinho. Essa preocupação é antiga, do tempo das nossas mães e avós, a preparação do que seria utilizado na noite de núpcias era recheado de cuidados.
Desde o modelo, passando pelo tecido até a confecção, haviam as que preferiam encomendar em costureiras ou comprar em lojas especializadas.

A lingerie da grande noite dá um toque especial à esse momento em que vocês estarão juntos pela primeira vez como marido e mulher.
As peças em seda continuam a ser as preferidas, combinando com rendas ou até mesmo lisa, dando-lhe um toque sensual.
Se preferir pode escolher alguma peça em algodão, uma camisa de dormir, um pijaminha, que também são super confortáveis e macios. Ou qualquer outra peça e tecido que te faça sentir sexy e desejada.


fonte:modaintima.wordpress.com











Na maior parte das vezes, são primas, sobrinhas, irmãs mais novas...

podem até ser filhas dos noivos. Devem ter entre três e oito anos.

Seguram o véu, zelam pela compustura da cauda, seguram no bouquet durante a cerimónia, levam as alianças ao altar, transportam os cestinhos com as pétalas para a saída da igreja.

São, portanto, figuras fundamentais de uma festa de casamento.

As suas coroas de flores e vestidos pastel compõem as fotografias e enternecem todos os convidados.

Vestir estas pequenas damas de honor é responsabilidade da noiva. Mas a opinião dos respectivos pais deve ser sempre tida em conta.

Evite vesti-las como mulheres adultas, maquilhá-las ou transformá-las em noivas em miniatura.


fonte: dias felizes