Há pessoas que são simpáticas e outras, nem por isso. Umas esboçam sorrisos em demasia, outras porém, excedem-se na arrogância.





É comum na nossa rotina diária, produzirmos um sorriso, em determinadas situações, por mais leve que o mesmo seja. A importância de um sorriso, pode mover montanhas ou arrasar totalmente a sua imagem...

Ser simpático, devia ser um dever de todas as pessoas, mas infelizmente, a maioria das vezes, a arrogância solta os seus espinhos. Viver em sociedade, com e para servir os outros, obriga a um grau de simpatia mínimo. O problema, é conseguir ser sempre simpático.

Repare com atenção no seu percurso diário, até chegar ao seu local de trabalho, e tenha bem presente a probabilidade de ter que esboçar, uns quantos sorrisos. Não só porque lhe apetece, mas acima de tudo porque é correcto, demonstra educação e, é social.

Imagine: sai de casa já à pressa e esbarra com o seu vizinho do lado. Um sorriso e um Bom Dia, é fundamental. Dá mais uns passos e entra no café, para tomar o pequeno almoço. Convém esboçar um sorriso ao empregado, pois assim, poderá ser mais bem atendida.

Posteriormente, entra no autocarro e ao comprar o bilhete, esboça outro sorriso. Chegada, ao estabelecimento/empresa para trabalhar, pronuncie outro Bom Dia, e outro sorriso, para não a rotularem de antipática ou snob. E, assim por diante...

O problema é que raras as pessoas, fazem tudo isto. O stress da cidade, não possibilita sorrisos ou gestos de educação requintada, mas deve-se saber que um simples sorriso, pode ajudar a resolver um problema num local de prestação de serviços, permitindo uma melhoria no atendimento. Isto é um facto. Acredite!

Lógico, que esta abundância de sorrisos, está relacionada com a educação que teve, quando era mais pequena. Este conjunto de regras de boa educação social, na qual se inclui a simpatia, provém desses tempos e, não do presente. A delicadeza, atenção, cordialidade, proporcionam sempre um bom investimento posterior.

Se conseguir ser simpático, as suas relações sociais e a cumplicidade com aquilo que a rodeia, estará muito mais favorecida. Mas, como é normal, nem sempre se está bem disposto. Por muito que se deseje esboçar um sorriso ou ser delicado, numa altura menos oportuna, isso é algo impossível. Porém, uma coisa é o casual, outra é o sistemático.

Existem muitas pessoas que não mostram qualquer simpatia por pura arrogância, mas outras chegam a declarar que não o fazem, por timidez. Convém ter presente que antipatia e timidez, são coisas bem distintas e, os outros conseguirão perceber automaticamente em qual dos núcleos, se inscreve.

Sorrir, faz bem à pele por isso, não faz mal algum, desfazer-se em simpatia. Dizem mesmo, que se deve sorrir um determinado número de vezes por dia, para impedir o ataque repentino das rugas. Vista-se de sorrisos e, abrace o mundo com a sua atenção e delicadeza.

fonte: mulher portuguesa

1 comentário:

  1. Eu já me dei mal em uma entrevista por ser simpática, ser sincera. Agora fico séria.
    E já trabalhei em um lugar que incomodava uma pessoa pq sorria demais. Ele falava porque vc está rindo?
    vai entender? eu amo sorrir e gosto de pessoas assim tb.
    falei demais né?
    bjoksss

    ResponderEliminar