O convívio e a animação de um jantar dependem, em grande parte, da forma como os lugares na mesa são distribuídos.


Imagine que convida um grupo de pessoas para jantar e, durante o jantar que deveria ser animado, dois dos seus amigos que trabalham no mesmo ramo, já só falam dos respectivos empregos. Claro que não convém que isto aconteça.

Assim, vamos apresentar-lhe alguns truques para que tenha um jantar animado e sem contratempos deste género.

O dono e a dona da casa devem presidir à refeição, ficando nas cabeceiras da mesa. Caso seja apenas uma pessoa a receber, o convidado principal deve ficar sentado no lado oposto da mesa.

Os lugares de honra são os que ficam à direita do anfitrião. Devem ser atribuídos por ordem de preferência, à pessoa mais importante, à que se convida pela primeira vez ou à pessoa mais velha.

Os restantes convidados devem sentar-se de forma a homens e mulheres ficarem alternados, tentando sempre que marido e mulher não fiquem lado a lado, a não ser que sejam casados recentemente ou seja uma ocasião familiar.

Se entre os convidados houver duas ou mais pessoas muito comunicativas, tente colocá-las em locais estratégicos da mesa, para que contribuam para a animação do jantar, evitando que fiquem todas juntas, acabando por concentrar toda a atenção.

Deve também tentar alternar as pessoas mais tímidas com as mais conversadoras, os mais jovens com os de mais idade e os que têm ocupações diferentes, para que os discursos não se centrem num só tema.

Tendo em atenção estes pormenores, e com alguma perícia na culinária, certamente que os seus jantares serão um sucesso.

fonte: mulher portuguesa

Sem comentários:

Enviar um comentário