1 – Vou surpreender o meu marido mais vezes – dentro e fora do quarto.

2 – Vou lembrar-me de tomar duche a dois (e nunca mais me lamentar que estou a perder tempo por estar a partilhar).

3 – Vou lembrar-me de fazer mais jantares à luz das velas.

4 – Vou instituir um beijo de boas-noites.

5 – Vou aprender a beijar primeiro o meu marido antes de beijar o gato quando chego a casa.

6 – Vou aprender a amar-me mais, defeitos e faltas incluídas.

7 – Vou comunicar honesta e abertamente com o meu parceiro (e discutir primeiro as compras que vou fazer com o cartão conjunto antes de as fazer).

8 – Vou passar mais tempo com ele, sozinhos!

9 – Vou dizer aos que amo, que os amo.

10 – Vou fazer um esforço a sério para me lembrar sempre de ouvir. Por vezes fico de tal forma entusiasmada a falar, que me esqueço de ouvir.

11 – Vou saber quando é altura para recuar durante uma discussão.

12 – Vou arranjar tempo para ambos, aconteça o que acontecer.

13 – Vou falar e ouvir do fundo do coração.

14 – Vou dar-lhe as mãos enquanto tentamos encontrar uma forma de resolver as nossas dificuldades.

15 – Nunca mais me vou deitar zangada com ele.

16 – Vou lembrar-me sempre que o Natal é uma altura maravilhosa para dar graças por tudo o que temos, e não para nos lamuriar-mos sobre aquilo que não temos.

17 – Vou mostrar-lhe sempre o meu melhor lado em vez do pior.

18 – Vou aprender a dar e a receber convenientemente.

19 – Vou aprender a fazer elogios.

20 – Vou tornar a minha relação com o meu parceiro mais forte e tornar o tempo que passo com ele mais frutuoso.

21 – Vou beijar o meu marido todos os dias antes de sairmos, porque nunca se sabe quando é que Deus nos vai bater à porta.

22 – Vou marcar um encontro com o meu marido pelo menos uma vez por mês. Podemos estar com amigos ou sozinhos, mas os filhos estão de fora.

23 – Vou pensar numa coisa diferente em cada dia que me faça feliz por estar junto com o meu companheiro.

24 – Vou usar mais termos afectivos quando falar com ele.

25 – Vou tentar sempre lembrar-me de todos os bons momentos que passamos juntos, em especial quando estivermos prestes a ficar zangados.

26 – Vou fazer o ‘primeiro gesto’ mais vezes.

27 – Vou tentar não trazer velhos assuntos para as novas discussões.

28 – Vou dizer ‘por favor’ e ‘obrigado’ pelo menos uma vez por dia ao meu companheiro.

29 – Não me vou zangar com ele por não fazer aquilo que lhe pedi, mesmo que fosse despejar o lixo quando for beber a bica.

30 – Vou tentar não criticar o guarda-roupa dele.

fonte: mulher portuguesa

A noite de passagem de ano deve ser um momento de alegria e de esperança para todos aqueles que desejam algumas mudanças na sua vida. Crentes de que a sua força não é suficiente, são muitas as pessoas que recorrem a pequenas superstições para garantir o atingir dos seus objectivos no ano seguinte, uns porque acreditam realmente nelas, outros por pura brincadeira. Assim, a cor das roupas desempenha um papel importante para a sua noite de passagem de ano. Saiba que, por exemplo, quanto mais claro o tom da roupa mais leve e espiritual é o seu desejo, e que quanto mais escuro mais material ele se revela.

Algumas curiosidades reflectem o seu estado de espírito nesta noite única do ano: ir vestida de branco simboliza a paz, prosperidade, harmonia e luz; o prateado denota o desejo de espiritualidade, a conexão com a purificação e oração; o dourado revela o auge da espiritualidade, as riquezas em sentido amplo, mais voltadas para a futilidade; o lilás traduz um desejo de reflexão, a serenidade, os impulsos de espiritualidade; a cor azul demonstra um clima de harmonia de diálogos, relações, desejo de melhoria nas comunicações em geral.

Outras cores podem ainda ser representativas do seu estado de espírito: o verde é a cor ideal para desejos de saúde, de estabelecimento do equilíbrio e harmonia; o vermelho simboliza os desejos de forte emoção, paixão e sexualidade, sendo que esta é a cor tradicional para espantar o mal; o castanho traduz uma mensagem de ajuda na conquista ou melhoria de emprego, enquanto que o preto é demonstrativo do desejo por fortes mudanças, assuntos materiais em geral, e uma acentuada conotação da sexualidade.

Se pretende realizar os seus desejos nunca atraia o lado negativo das coisas. Em vez de começar o seu desejo pela palavra “não”, faça-o por forma a que seja interiorizado de modo positivo, sem conter a palavra “não” no início da frase.
Não se esqueça de renovar o ambiente ao redor, para que a nova energia possa circular à sua volta. Faça uma limpeza geral em toda a sua casa, e no seu local de trabalho, limpe o pó muito bem, e deite fora tudo aquilo que não interessa.
Tenha o cuidado de coser buracos, rasgões ou botões, para atrair a boa sorte! Só com tudo renovado é que pode garantir que a energia circula correctamente!

Existem diversas superstições, pequenas coisas que deve, ou não, fazer, para que comece o ano com o pé direito e bafejada pela sorte: evite discussões no primeiro dia do ano para não as ter o ano todo; o negociante deve entrar com o pé direito no seu estabelecimento, caso contrário não fará bons negócios posteriormente ; quanto maior o número de felicitações melhor, porque este será igual à quantidade de amigos fiéis que se terá durante todo o ano; se a primeira visita do dia 1 de Janeiro for um homem, esta trará felicidade para o ano todo.

Se está com problemas económicos o melhor é usar uma peça qualquer do vestuário da cor amarela para atrair o dinheiro, mas colocar uma nota dentro do sapato atrai também riqueza.
Outra das superstições que garantem a entrada de dinheiro no seu lar é deitar moedas para fora da casa quando der a meia-noite, pois assim atrairá a riqueza para todos os que moram nela.
Um pormenor: não use roupas apertadas durante a passagem de ano, para não ter dificuldades no ano que se inicia.
Para garantir a felicidade, seja ela em que plano for, no começo deste novo ano não coma aves na ceia de ano novo por causa das asas, pois, segundo a tradição, a felicidade voará para longe.

Todavia, as superstições não se ficam por aqui: se a palma direita da sua mão lhe der comichão isso é sinal de que irá receber algum dinheiro, mas se for a palma oposta o mais certo é perder dinheiro; comer ervilhas na ceia, trás sorte no Ano Novo, e a sorte aumentará se o prato for acompanhado de repolho verde; o chocolate atrai riquezas; as ostras atraem um ano farto em sexo; as uvas e maçãs devem fazer parte da ceia dos apaixonados, pois estes frutos representam a união e o amor; e deve comer-se doze passas, uma por cada badalada, ao mesmo tempo que se vão pedindo desejos, embora só se realizem se cada passa acompanhar cada badalada.

O dinheiro é, sem dúvida, um dos desejos mais requisitados por muitas pessoas, e há mesmo quem afirme que para atrair dinheiro durante o ano todo deve chupar sete sementes de romã na noite de passagem de ano, embrulhá-las num guardanapo e guardá-las na carteira, ou então colocar uma folha de louro na carteira e deixá-la lá o ano inteiro.
Uma das tradições mais conhecidas de todos é aquela em que a pessoa dá três pulos com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota, e depois joga para trás todo o champanhe. Assim, tudo o que é ruim fará parte apenas do passado, e se alguém se molhar com a bebida o mais que certo que essa pessoa venha a ter sorte.

Para finalizar, deixamos-lhe aqui mais algumas crenças para a passagem de ano que você pode facilmente fazer: subir com o pé direito num banco, degrau ou cadeira, pois é um impulso para subir na vida; pular só com o pé direito à meia-noite atrai coisas boas; para ter sorte no amor, à meia-noite, cumprimente, em primeiro lugar, uma pessoa do sexo oposto; não passe a passagem do ano com os bolsos vazios, porque assim eles vão continuar vazios o resto do ano; no último dia do ano faça uma limpeza na casa, mas deve varrê-la de trás para frente; o lixo deve ser colocado para fora, assim como todo e qualquer objecto partido, assim como as lâmpadas queimadas devem ser trocadas.

Para afastar mau agouro, lave as maçanetas das portas com sal grosso e água, borrifando em seguida com água benta. Use lençóis limpos na primeira noite do ano, para assim deixar os possíveis problemas do ano transacto na máquina de lavar. Ah! Muito importante: jamais passe a noite de Ano Novo a dormir!

fonte: mulher portuguesa


Mais umas férias e para muitas pessoas também mais uns quilitos. Férias e dieta são incompatíveis porque a alimentação tem vínculos sociais e culturais de que não nos podemos esquecer. Que sentido faz conhecer outros povos, outras culturas ou outras regiões do nosso país, se não experimentarmos a sua gastronomia?

Sabendo isto, não concordo com uma excessiva preocupação com o que se come tanto no período de férias como, já o tenho dito, nos fins-de-semana. A comida e toda a socialização que dela decorre dão cor à vida, já demasiado cinzenta na maior parte dos casos. É um prazer, mas que também não pode tornar-se o único sob pena de comprometer todos os outros. Se só se vive para comer, as consequências manifestam-se mais cedo ou mais tarde. Peso em excesso, deprime-nos. Peso em excesso pode provocar dores nas pernas, nos pés, ancas ou joelhos. Peso em excesso dá-nos cansaço e dificuldades respiratórias. Peso em excesso tira-nos qualidade de vida.

Por tudo isto, e porque é normal nesta altura começarem de novo as preocupações com a saúde, já que as preocupações com a linha são apanágio da Primavera, trago hoje aqui pequenas sugestões para pequenas mudanças no seu dia-a-dia que farão toda a diferença nos próximos meses e, espero, nos próximos anos.

A primeira delas é determinar-se em começar hoje mesmo a mudar os seus hábitos.



- O pequeno-almoço é OBRIGATÓRIO! Permite carregar baterias, melhorando a produtividade e o humor enquanto acelera o metabolismo;

- Três a três horas e meia depois faça uma refeição ligeira; iogurte ou leite + pão integral ou de mistura ou uma peça de fruta que deverá repetir-se o mesmo tempo após o almoço.

- Se o jantar for tarde, ou se gosta de comer ao fim da tarde quando chega a casa, faça outro lanche pequeno mas com os pezinhos debaixo da mesa, que é o mesmo que dizer não faça outras coisas enquanto come, para interiorizar essa refeição.

- O almoço e o jantar devem começar com um bom prato de sopa, cuja base deverá ter farináceos (batata, grão, feijão, etc.) e ser de consistência fina, deixando para a hortaliça a generosidade nas quantidades.

- Se beber às refeições, beba água em pequenas quantidades ou um copo de vinho (125 ml), de preferência tinto.

- A água, sem gás e aromas, deverá ser consumida ao longo do dia. Só esta, uma vez que as novas águas existentes no mercado contêm algumas calorias, não devendo ser ingeridas em grande quantidade.

- Se se deita tarde, faça também uma pequena ceia

- Não se esqueça de fazer pelo menos 30 minutos de actividade física, três a quatro vezes por semana. Não se esqueça também de que exercício físico pode ser andar a pé, subir e descer as escadas de sua casa ou voltar a usar aquela bicicleta ou tapete que tem lá em casa e que tanto serviu quando os comprou... A música dá uma grande ajuda!

Para terminar, reforço apenas esta ideia. Não interessa a que horas toma o pequeno-almoço ou a que horas se deita. O que importa é não estar mais do que três horas e meia sem comer entre cada refeição. Só assim poderá manter normal o seu nível de açúcar no sangue, permitindo-lhe nunca ter fome e isso, juntamente com um prato de sopa, permite-lhe nunca comer excessivamente nas refeições principais.

Desejo-lhe uma boa rentrée alimentar!

fonte: educare

A nutricionista Maria Paes Vasconcelos revela como pode, com peso e medida, ganhar em saúde sem perder no sabor!

Modere as quantidades! Lembre-se do que sobrou no ano passado e adeque as quantidades ao número de pessoas que vai estar presente na ceia de Natal. Lembre-se que as receitas tradicionais eram destinadas a famílias grandes, o que pode não ser o seu caso! Ao evitar as sobras vai poder retomar uma alimentação saudável e variada logo no dia seguinte!

Um dos segredos está na massa. Substitua metade da farinha refinada por farinha integral. E experimente trocar o açúcar refinado por açúcar mascavado. Por serem produtos menos processados mantêm uma maior riqueza nutricional.

Nas receitas que pedem leite, opte pelo leite magro. Já naquelas que levam natas coloque dois iogurtes naturais ou leite misturado com um pouco de farinha para o engrossar. Vai livrar-se de grande parte da gordura saturada, associada a um maior risco de doença cardiovascular, que encontramos nos produtos de origem animal.

As frituras exigem óleos 100% vegetais Os óleos de girassol ou amendoim, bem como os óleos alimentares das principais marcas, são boas opções já que permitem usufruir das suas principais propriedades nutricionais, preservando ao mesmo tempo o sabor dos alimentos.

Não deixe que os alimentos absorvam muito óleo! Para isso basta ter atenção à temperatura de fritura (180ºC). É preferível usar óleo novo, que ainda não foi usado em frituras anteriores, pois não compensa poupar neste ingrediente se puser em risco o resultado final.

Tire o maior partido do óleo da fritura. Tape o recipiente quando estiver a fritar, evitando assim a exposição excessiva ao ar. Entre frituras, reduza a temperatura ou desligue a fritadeira. No final, escorra bem os alimentos e use o papel de cozinha para absorver o óleo vegetal a mais.

Lembre-se: O problema não está nos doces de Natal, mas nos excessos que se cometem. Veja quantas celebrações tem entre família, trabalho, amigos… e tente fazer no máximo uma ou duas refeições mais calóricas por semana.

fonte: sapo

Os desmaquilhantes possuem duas funções: retirar a maquilhagem e limpar a pele.


- Deve-se fazer a limpeza com desmaquilhantes pela manhã e a noite. Pela manhã é necessário eliminar as impurezas produzidas pela pele durante a noite, enquanto que à noite é preciso retirar bem a maquilhagem e as impurezas acumuladas durante o dia.


- Os tónicos, ricos em princípios activos, não só complementam a eliminação de impurezas da pele após o uso do desmaquilhante, mas principalmente condicionam a pele para receber melhor o tratamento habitual.


- Para realizar a sua desmaquilhagem mais rápido, deve começar a limpeza pelos olhos, para depois seguir para as demais partes do rosto.


- Também é recomendável a utilização de um desmaquilhante específico para a área dos olhos.


- Quando a maquilhagem é mais elaborada, é preferível aplicar primeiramente um desmaquilhante que não necessita de água, com um algodão, para dissolver a maquilhagem e as impurezas. Depois, para retirar mesmo todas as impurezas e todos os restícios de maquilhagem, utiliza-se então um desmaquilhante que necessita de aplicação de água.


- Lembre-se de que, para cada tipo de pele, existe uma textura de produto de tratamento adequado: Pele oleosa adapta-se melhor à textura serum; pele normal absorve as texturas creme, emulsão ou fluida; pele seca pede textura creme e pele mista necessita de texturas serum ou fluida.


- Agora a sua pele está preparada para absorver ao máximo o tratamento mais adequado às suas necessidades específicas (controle de oleosidade, anti-idade, firmeza, rejuvenescimento, hidratação).

fonte: truques de mulher

Ingredientes
• 5 ovos inteiros
• 5 gemas
• 180 g de açúcar
• 115 g de farinha
• 1 a 2 gotas de essência de baunilha

Preparação
Bata os ovos inteiros com as gemas, até que se encontrem em espuma.
Adicione aos poucos o açúcar, sem parar de bater. Junte as gotas de essência de baunilha e, por fim, peneire a farinha e envolva-a no preparado.
Verta para um tabuleiro untado e forrado com papel vegetal, igualmente untado, e leve ao forno, preaquecido a 200°, durante cerca de 10 a 15 minutos.
Retire do forno, desenforme sobre uma superfície polvilhada com açúcar e deixe arrefecer.
Entretanto, prepare o creme pasteleiro. Leve ao lume 1 1 de leite com 1 vagem de baunilha aberta ao meio, até levantar fervura. Envolva 2 colheres (de sopa) de farinha maisena em 360 g de açúcar e junte 8 ovos, um a um, mexendo bem entre cada adição. Corte 100 g de manteiga em pedacinhos e junte-a ao preparado.
Por último, verta o leite em fio, mexendo sempre. Retire a vagem de baunilha e leve tudo a lume brando, mexendo sempre até engrossar, e sem deixar levantar fervura. Retire do lume e continue a mexer até arrefecer um pouco. Em seguida, barre a massa com este creme, enrole e apare as pontas.
De uma das extremidades da torta, corte dois pedaços, para fazer as hastes.
Confeccione o creme de manteiga achocolatado: Na batedeira eléctrica, bata 500 g de manteiga até obter um creme homogéneo e junte-lhe 2 gotas de essência de baunilha.
Entretanto, leve 400 g de açúcar ao lume com 1,5 dl de água e deixe ferver até obter ponto de pérola. Bata as claras de 8 ovos em castelo e, sem desligar a máquina, junte a calda em fio.
Continue a bater até arrefecer. Junte 100 g de chocolate derretido e este merengue à manteiga, envolvendo suavemente
. Monte o tronco, cubra-o com creme de manteiga achocolatado e polvilhe com chocolate em lascas. Barre as extremidades com creme pasteleiro e decore com estrelas de chocolate.
Continuando assim ...
Da escritora e blogger  Teresa Queiróz




A pipoca mais doce
Relatando os factos do dia a dia da blogger Ana Garcia Martins





Dicas de beleza 
Um livro para a mulher que gosta de se sentir sempre bem da autoria da consultora de imagem e blogger profissional Mónica Lice






Retirado do blog minisaia



Boas compras!!
Regra nº 1: Quando na dúvida – compre-lhe um berbequim. Não interessa se ele já tem um. Tenho um amigo que já tem 17 e continua a queixar-se. Um homem nunca tem berbequins que cheguem, vá-se lá saber porquê.
Regra nº 2: Se não pode suportar a despesa de um berbequim, compre-lhe qualquer coisa que soe a maquinaria ou a ferramenta. Os homens adoram essas coisas e falar disso com os amigos. Mais uma vez, ninguém ainda descobriu porquê.

Regra nº 3: Se está mesmo, mesmo falida, compre-lhe qualquer coisa para o carro. Um desodorizante, uma pequena garrafa de limpa-vidros ou mesmo um pequeno boneco para pendurar no espelho retrovisor. Os homens adoram presentes para os seus carros. Ninguém sabe porquê.

Regra nº 4: Não lhe compre meias. Não lhe compre gravatas. E nunca, mesmo nunca lhe compre roupões. Se Deus quisesse que os homens usassem roupões, não tinha inventado as camisolas de desporto.

Regra nº 5: Pode comprar-lhe controlos remotos para substituir os que perderam durante os serões em casa. Se realmente tiver muito dinheiro, compre ao seu homem um ecrán de televisão gigante onde possa ver os diversos canais num pequeno quadrado no canto. E fique a vê-lo delirar enquanto muda os canais.

Regra nº 6: Não lhe compre nenhuma dessas bebidas estranhas e muito sofisticadas. Isto apenas vai fazer com que a garrafa apanhe pó, porque eles apenas bebem whisky ou cerveja.

Regra nº 7: Não lhe compre embalagens industriais de desodorizantes, after-shaves ou sabonetes. Eles não acham que cheiram mal, são apenas mais terrenos que nós.

Regra nº 8: Compre-lhe rótulos autocolantes. Com desenhos, simples, fluorescentes, etc. Dentro de algum tempo ele vai espalhar rótulos por tudo quanto é sítio. Ninguém ainda descobriu porquê.

Regra nº 9: Nunca lhe compre nada que diga na embalagem algo como ‘alguma habilidade necessária’. Apenas vai estragar este dia especial e nunca será aberta ou então nunca ficará completo o que quer que seja.

Regra nº 10: Se a imaginação não está em grande forma, basta comprar-lhe coisas que tenham a conotação de ferramentas ou de automóveis. Ele vai agradecer-lhe, mesmo que não saiba muito bem para o que se trata.

 Regra nº 11: Os homens gostam de perigo. É por isso que nunca cozinham –mas adoram churrascos. Compre-lhe um enorme aparelho para churrasco, juntamente com um lança chamas de propano. Diga-lhe que a botija de gás tem uma fuga. ‘Oh a excitação! O desafio! Quem quer hambúrgueres?’

Regra nº 12: Bilhetes para um jogo de futebol são um presente ideal, mas ele não vai gostar de bilhetes duplos para o bailado da Giselle, e toda a gente sabe porquê.

Regra nº 13: Os homens adoram serrotes. Nunca, nunca lhe compre um serrote. Se não sabe porquê – volte atrás e leia a regra nº 8 e o que acontece quando ele recebe uma embalagem de rótulos.

Regra nº 14: Nada melhor para oferecer que um carrinho de mão, um uma escada extensível de alumínio. No entanto, nunca lhe compre um escadote. Tem de ser uma escada extensível. Ninguém sabe porquê.

Regra nº 15: Corda. Os homens adoram corda. Leva-os a imaginar que voltaram à época dos cowboys ou ao seu imaginário de Tarzan. Nada mais diz sobre o amor entre vocês do que alguns metros de corda. Ninguém sabe porquê.

fonte: mulher portuguesa

1 – Focalize a atenção na comida – Ponha-o a ele na cozinha e deixe que use a imaginação, claro que sob a sua supervisão. Depois é só aproveitarem bem.

2 – Dança à luz das velas – Já imaginou algo mais romântico do que celebrar o Natal e o Ano Novo dançando as suas músicas preferidas à luz das velas.

3 – Deseje – Tire cinco minutos dos festejos apenas para vocês e falem sobre os vossos sonhos, desejos e esperanças.

4 – Dispam-se – Não é bem uma sessão de strip-tease, mas que tal passar a passagem de ano apenas com ele, um prato de camarões e uma taça de champanhe em lingerie bem provocante e ele em shorts?

5 – Arranje uma baby-sitter – E deixe de se preocupar com as crianças por alguns dias. O melhor mesmo é entregá-los aos avós e deixá-los partilhar o Natal, enquanto o partilha a dois.

6 – Finja que está em Hollywood – Goze uma noite romântica a dois, comendo caviar e bebendo champanhe dentro de um banho de espuma à meia-noite, com os telefones desligados por completo.

7 – Torne a sua casa mais romântica – Torne o seu ambiente mais aconchegante com velas, perfumes exóticos e pequeno-almoço na cama e muito carinho.

8 – Vá para fora – Aproveite estes dias para viajar e dê uma escapadinha, nem que seja até à outra margem.

9 – Apaixone-se de novo – Aproveite cada dia desta época para lhe fazer a corte como nos primeiros dias da vossa relação. Dê toda a tenção ao seu parceiro e diga-lhe para fazer o mesmo. Vão descobrir muitas coisas novas.

10 – Faça Sexo – E não faça guerra. Além disso, o sexo pode ajudar a reduzir os estados de stress que estas festas sempre fazem acumular.

11 – Ultrapasse obstáculos – Se o seu marido tem um trabalho em que precisa de trabalhar na noite de Consoada ou de Ano Novo, vista-se a rigor, prepare um cesto de piquenique e faça-lhe uma surpresa no emprego.

12 – Vá às compras – Compre coisas sexys e encha o sapatinho dele com essas prendas, tais como preservativos com sabores ou alguns apetrechos.

13 – Mantenha as coisas simples – Quanto mais simples a sua passagem de ano, melhor se vai sentir de manhã e menos trabalho terá nos dias seguintes.

14 – Agarre o seu homem – Desde que estejam os dois juntos, cada um pode fazer aquilo que quiser.

15 – Decoração a dois – Ele também vai gostar de participar nessa festa familiar, enfeitando a casa e preparando tudo para os grandes dias.

16 – Presentes à parte – O Natal é para ser feito de sentimentos e não de presentes.

17 – Tire umas férias e vá visitar um país exótico onde ninguém conheça o Natal.

18 – Procure uma lareira – Se não tem uma em casa, procure um local onde a possa acender ou experimente uma fogueira na praia, um termo de chocolate quente e a companhia dos dois.

19 – Seja realista – Pode ser perigoso assumir que estes dias são diferentes da vida normal, porque pode ficar realmente desiludida.

20 – Aproveite os feriados – E que tal aproveitar este fim-de-semana prolongado para pintar uma divisão da casa ou outra actividade que tenham planeado para mais tarde? Pode ser ainda mais divertido que uma festa normal.

21 – Mime-se – Esta altura é perfeita para alguns mimos. Por exemplo, aprenda com ele a melhor forma de dar massagens sensuais.

22 – Vá com calma – Divirta-se, coma e beba e passe o feriado em pijama na cama.

23 – Lua de mel – E que tal repetir a lua de mel?

24 – Aprecie aquilo que já tem – Não deseje demais, limite-se a engrandecer aquilo que já tem.

25 – Partilhe presentes em privado – Dê-lhe em privado aqueles presentes que não podia colocar debaixo da árvore e abrir à frente de toda a família.

26 – Pouca comida – Melhor pouca e boa que farta e apanhar uma digestão na noite de Natal.

27 – Crie – Seja imaginativa e crie a sua própria festa e entregue-se aos festejos a dois.

28 – Observe o Sol a nascer – Haverá algo mais belo que observar o primeiro nascer do Sol do milénio a dois?

29 – Arranje tempo para os dois – Depois de passar estes dias com a família, tire o próximo fim de semana apenas para os dois.

30 – Faça o seu próprio fogo de artifício – E não vale fingir que não sabe sobre o que estamos a falar.

fonte: mulher portuguesa

Ingredientes:

    * 1 coelho
    * alho
    * 1 copo de vinho branco
    * 2 colheres de sopa de vinagre
    * cominhos
    * sal
    * pimenta
    * banha

Confecção:

Corte o coelho em pedaços e junte todos os temperos, deixando para o dia seguinte. Ferva a banha e frite bem os pedaços de coelho. Sirva com batata doce.

Coelho frito, não deixe de experimentar

Publicado em dezembro 14, 2009
Ingredientes:     * 1 coelho     * alho     * 1 copo de vinho branco     * 2 colheres de sopa de vinagre     * cominhos     * sal  ...

Senão vejamos:

O Natal é uma enorme, bem organizada festa, barulhenta e algo confusa, que implica relações sociais. Estão a ver um homem organizar tudo isso? É simplesmente impossível.

E depois, a maior parte deles só pensa em presentes natalícios na véspera de Natal. Uma vez no centro comercial ou supermercado, ficam muito admirados de apenas encontrarem à venda sabonetes perfumados, conjuntos de meias e gravatas a condizer e anéis de guardanapos nas prateleiras.

De certeza que se o Pai Natal fosse um homem, toda a gente iria acordar na manhã de Natal para deparar com um CD de música pimba como prenda, ainda dentro do saco da loja.

Outro problema para um Pai Natal masculino seria chegar ao local. Primeiro que tudo, não haveriam renas: estariam todas mortas a tiro, estripadas e empilhadas na parte traseira do trenó, com os olhos meio abertos e as armações já estariam a caminho do taxidermista.

Mesmo que o Pai Natal mantivesse as renas vivas, teria na mesma problemas de transporte, porque inevitavelmente se iria perder entre a neve e as nuvens e depois recusar-se-ia a parar e perguntar acerca do caminho correcto.

Outras razões porque o Pai Natal não pode ser um homem:
Os homens não sabem fazer embrulhos. Os homens preferiam morrer a serem vistos num fato de veludo vermelho.
Os homens sentiriam a sua masculinidade afectada por serem vistos perto de todos aqueles gnomos.
Os homens não respondem a cartas.Os homens não se interessam por meias, a menos que seja uma mulher que as traga calçadas.
Terem de fazer Ho, Ho, Ho iria prejudicar seriamente a sua capacidade de engatar mulheres.
Finalmente, serem responsáveis pela festa do Natal requer uma obrigação.

Outras personagens mitológicas podem perfeitamente ser homens, como o Cupido, que passa a vida a carregar com armas e a disparar de um lado para o outro, mas o Pai Natal? Nem em sonhos.

fonte: mulher portuguesa


Pernas esbeltas. Quem as não quer? Mas, apesar de este ser um desejo comum ao sexo feminino, a verdade é que, segundo os últimos dados de um inquérito da Eurotest, realizado em 2001, estima-se que dois milhões de mulheres portuguesas, em idade adulta, convivam com as incómodas varizes à flor da pele. Afinal que problema é este que ameaça as pernas?


«As varizes são dilatações das veias, causadas pela perda da sua elasticidade, Essas veias dilatadas deixam de ter a função de transportar o sangue venoso, e já usado, de volta ao coração. Desta forma, o sangue fica acumulado no seu interior», diz Eduardo Serra Brandão, director do Instituto de Recuperação Vascular (IRV), em Lisboa.

À primeira vista, poder-se-ia dizer que estas veias salientes e tortuosas, desenhadas sobre a pele das pernas, não passariam de uma mera preocupação estética. Porém, as varizes, como explica o especialista em cirurgia vascular, «correspondem a uma fase de evolução de uma patologia mais complexa», que é a doença venosa.


Evolução das varizes

«Com o passar dos anos, a compressão permanente das varizes, de dentro para fora, vai causar umas manchas acastanhadas, que só regridem após o respectivo tratamento vascular», informa Eduardo Serra Brandão. Mas nem sempre a doença venosa se faz acompanhar de sinais observáveis.

«A sensação de peso, cansaço, comichão e cãibras nocturnas, nos membros inferiores, são alguns indícios de que as veias estão as perder elasticidade e de que a circulação não se está a efectuar convenientemente. Esta situação favorece a estagnação do sangue venoso dentro das veias das pernas [daí a cor azulada das varizes] e, por conseguinte, a sua dilatação.»

As mulheres são o alvo preferencial da insuficiência venosa, uma patologia que atinge cerca um terço da população portuguesa, em idade laboral adulta. No entanto, o especialista ressalva que os homens também podem sofrer deste problema, embora em menor número. Contudo, «como o homem tem menos preocupações estéticas, usa calças, não faz depilação e, por outro lado, é mais avesso a tratamentos, deixa protelar a situação, chegando às consultas de cirurgia vascular numa fase tardia e avançada».


Mulheres mais atingidas


A doença venosa pode ter duas causas: genética ou adquirida. No primeiro caso, se já houver antecedentes familiares, a partir da puberdade – uma fase de explosão hormonal – as mulheres começam a sentir na pele os primeiros sinais de varizes.

«Não existe um calendário pré-definido ou idade estabelecida para as varizes aparecerem», aponta o especialista, esclarecendo que estas podem surgir logo a seguir à puberdade ou nos primeiros anos da idade adulta.

«As mulheres acumulam mais factores de risco do que o homem: a toma de anticoncepcionais, a gravidez e a realização de tarefas que obrigam a um maior tempo de permanência em pé, como passar a ferro e outras actividades domésticas, são razões que concorrem para o aparecimento ou agravamento das varizes no sexo feminino.»

O estado de gravidez desencadeia um conjunto de alterações hormonais – factor de dilatação ou inchaço das pernas –, que, conjugadas com o volume e pressão intra-abdominal, devido ao útero grávido, favorecem o aparecimento das incómodas veias dilatadas. Porém, como salienta Eduardo Serra Brandão, pode «tratar-se de uma situação temporária, que, em determinadas mulheres, regressa à normalidade no pós-parto».



Causas das varizes

O tratamento deve ser iniciado um a dois meses depois do parto e da cessação do aleitamento, uma vez que, «durante esse período, ainda se registam alterações hormonais que não possibilitam a regressão da doença».

O especialista explica, ainda, que existem outras situações que podem comprometer a saúde das pernas, nomeadamente a depilação com cera quente ou elevado tempo de exposição solar. «O calor despoleta o aparecimento ou agrava a situação. Mas, no caso das depilações a cera, há que ter em conta que o próprio arrancamento causa um traumatismo que pode lesar uma pequena variz.»

Contrariamente ao que se possa pensar, as varizes são muito mais do que linhas «inchadas» sobre as pernas, que causam algum mal-estar estético. Estas fazem parte da doença venosa, uma patologia que começa por provocar alterações cutâneas, que se manifestam sob a forma de hiper-pigmentação: a pele começa a escurecer.

«Essa pele, pouco oxigenada e alimentada, começa a tornar-se atrófica. Com a progressão da doença, ao longo de décadas, sem recurso a tratamento, aparecem as úlceras, que são a forma mais grave da última fase desta patologia.» Em última instância, «estas podem ser responsáveis por grande sofrimento e incapacidade.»



Medidas preventivas



Para evitar este tipo de situações extremas, o especialista recomenda um conjunto de medidas preventivas, que permitem minimizar ou estabilizar a doença venosa. Em primeiro lugar, aconselha a adopção de uma alimentação regrada e equilibrada e a prática de exercício físico.

Segundo Eduardo Serra Brandão, estas medidas visam, sobretudo evitar a obesidade: um dos principais factores de risco das varizes. «Alguns alimentos têm uma acção negativa sobre a veia, concretamente as comidas altamente condimentadas e o abuso do álcool.»

Para além destas medidas, está recomendado o uso de uma contenção elástica, que vai desde a meia ao collant de descanso. Para evitar as alterações cutâneas ou as flebites, o especialista recomenda «a toma de flebotropos: medicamentos com acção na parede dos vasos e na microcirculação».



Tratamento para as varizes

A escleroterapia, vulgo «secagem», é aconselhada para varizes de pequeno calibre, com um reduzido grau de desenvolvimento, e todas aquelas que não possuem indicação cirúrgica. Segundo Eduardo Serra Brandão, esta técnica consiste na «queimadura» da variz.

A veia, após a «secagem», acaba por se tornar um cordão fibroso, que, posteriormente, será absorvido pelo organismo. Em termos práticos, a «veia fica seca, como um galho de uma árvore». A escleroterapia «trata cerca de 90% das varizes com esta indicação terapêutica».

Em situações pontuais e seleccionadas, pode-se recorrer ao laser transcutâneo, que permite resolver os derrames e varizes até dois milímetros de espessura. Contudo, alerta o especialista, «esta técnica é mais onerosa». Se através do ecodoppler (exame de diagnóstico que detecta a existência de insuficiência venosa), se chegar à conclusão de que existem varizes com indicação cirúrgica, a solução passa pela operação.

«Até à cirurgia, o doente deve utilizar collants de descanso e tomar flebotropos. A cirurgia pode ser efectuada com laser endovascular e anestesiai local, em regime ambulatório, ou com internamento hospitalar e anestesia geral ou intradural, nos casos mais avançados.»



Fonte: sapo

Veja aqui algumas sugestões que lhe irão agradar!


Telemóvel Samsung GT-S3500 Rosa
Com Dual Standby duplica a sua conectividade com uma segunda linha activa.

Preço: €129.95 na Staples 






A capa para mulher RENÉ DERHY
Estilo romântico... e irresistível! Realçada por flores em lã na parte superior. Gola subida. Com molas de pressão. 2 bolsos dos lados. Comprimento 68 cm. Capa para mulher, em pura lã.

Preço: €73.43 na La Redoute







Friends - Série 10
Uma das séries de culto vencedora de inúmeros Emmy e com nomeações para os Globo de Ouro que conquistou milhões pelo mundo. “Friends” é uma comédia sofisticada e divertida que tem nas relações de Joey, Chandler, Rachel, Mónica, Ross e Phoebe o seu epicentro e em Nova Iorque o seu cenário.

Preço: €19.90 na Fnac






O Dia em Que Te Esqueci
Margarida Rebelo Pinto

Para todas as mulheres que viveram um grande amor.
A todos os homens que o perderam.

Preço: €14.40 na Fnac




Eau de Parfum Grace da Oriflame
É o epítome da sofisticação aristcrata. Esta extraórdinária Eau de Parfum abre com excitantes notas de Especiarias preciosas. O seu coração absolutamente feminino transpira pequenos pedaços de Jasmim da Índia, Violeta e Cravo Real. Notas de Caxemira e lendas de Vetivéria são entregues a esta prestigiante Fragrância numa patena muito requintada. 50ml.

Preço: €21.95 na Oriflame - Catálogo Oriflame



Por muito calor que provoquem a emoção e a agitação do dia do casamento, uma noiva de Inverno tem que se precaver contra o frio, sob pena de tremelicar e exibir pele de galinha durante a cerimónia, as sessões fotográficas e outros momentos menos movimentados.



Nas colecções das marcas mais conceituadas não se notam, regra geral, grandes diferenças de uma estação para a outra.
Mas é sensato que, na escolha do seu vestido, tenha em conta, para além do tipo de tecido e o modelo - menos decotado e com mangas, por exemplo - o recurso a algum tipo de agasalho que possa despir quando não for necessário. Um xaile, uma casaquinha, uma capa ou uma estola têm a dupla vantagem de a proteger contra o frio e de dar um look sofisticado ao conjunto.


fonte: dias felizes
Menos gordura, mais fibra. Esta é a chave de uma alimentação menos calórica e favorecedora de um bom trânsito intestinal


Nas sanduíches: em vez de manteiga e margarina, barre o pão com (pouco) creme vegetal de baixas calorias ou um fiozinho de azeite; inclua alface, tomate, pepino, cenoura, espargos e outros vegetais frescos.

Coma fruta
: a variedade é importante. Se optar sempre pela maçã, vai acabar por se cansar. Experimente levar uvas ou ananás às fatias. Mas cuidado com os sumos naturais: têm grande concentração de açúcar e aportam menos fibra ao organismo.

Hidrate-se: Beba muita água entre as refeições ¿ natural ou fria, lisa ou com gás, com sabores ou tradicional. O chá frio sem açúcar ou as tisanas são alternativas válidas e saborosas. Corte com que os refrigerantes e as bebidas alcoólicas.

Não dispense a sopa: há receitas deliciosas de sopas frias (de penino, tomate, ervilhas) para o Verão. E nada melhor que aquecer um dia de Inverno com uma sopa caseira, fácil de transportar em recepientes-termo.

Saladas : muito mais que alface! Experimente bases de arroz integral ou feijão frade e inclua um punhado de frutos secos, como nozes, passas e pinhões. Estas misturas são nutritivas, ricas em fibra e saciam a fome. Para os temperos, aventure-se no mundo surpreendente dos azeites aromatizados e dos vinagres balsâmicos.

fonte: dias felizes

Mudar deixa-nos mais confiantes e faz um bem enorme à nossa auto-estima.

Melhor ainda quando a mudança combina com a sua personalidade – de que adianta sair do salão com o corte da Deborah Secco se não tem nada a ver com ela nem física nem emocionalmente?

Um novo visual não mexe só com o seu estilo mas também com a sua atitude perante a vida. É esse o conceito do visagismo, uma especialidade que leva em consideração as características físicas das pessoas e cria uma imagem capaz de revelar as qualidades interiores de cada um (pode ser sensualidade, dinamismo, simpatia, estabilidade...).

Faça uma oposta no seu visual, mude de vez enquando, vai ver que é uma óptima solução para muitas das nossas pequenas crises de identidade!!

fonte: ser mulher



Maquilhagem de dia

- Limpe e hidrate a pele, fixará melhor a maquilhagem.

- Use um pouco de corrector debaixo dos olhos e esbata-os muito bem.

- Aplique uma base escura com a ponta dos dedos (se está morena não precisa) e pós-compactos.

- Se continuar sem cor então ponha um pouco de blush.

- Sombras caramelo ou chocolate ficam muito bem nos olhos azuis e verdes. Cor-de-nata ou baunilha se são castanhos ou pretos.

- Ponha rímel nas pestanas.

- Aplique um gloss cor-de-rosa.

- Não se esqueça do seu perfume.


Maquilhagem de noite

- Disfarce as imperfeições com corrector.

- Use maquilhagem um pouco mais clara do que a matinal e pós compactos soltos.

- Use o blush no sentido ascendente e... não se esqueça que se tem que notar!

- Contraste as sombras: tons fortes – amarelo, azul, verde – na pálpebra superior e mais claros na móvel. Também pode usar uma sombra clara como se fosse eyeliner ou pintar de negro, castanho ou verde.

- Dê forma Às suas pestanas com um enrolador de pestanas, pós soltos e rímel.

- Um bom truque: pinte a extremidade das suas pestanas com um tom claro (prateado ou dourado)

- Nos lábios use alguma maquilhagem. Contorne-os e pinte-os com um pincel.

- Para fixar a cor nos lábios utilize pós-soltos.

- Experimente umas lentes de contacto coloridas.

fonte. truques de mulher
Para tal, pode por prática exercícios de relaxamento simples em que, por exemplo, bastam algumas respirações profundas e compassadas para harmonizar os seus ritmos internos.

Com a prática conseguirá descontrair em qualquer lugar e a qualquer momento. Como ponto de partida, experimente os exercícios que lhe sugerimos. Pode realizá-los sem que ninguém se aperceba e quando mais precisar, inclusive nos transportes públicos, no trabalho, nas filas de espera ou ao final do dia. Reserve para si alguns minutos de paz e total alheamento. O seu corpo e a sua mente agradecem...

Exercício 1
Relaxe através da respiração

1 - Comece com uma respiração rápida, um pouco ofegante, durante um ou dois minutos, de modo a que esta seja até desagradável.

2 - Vá reduzindo até passar a um ritmo respiratório muito suave e muito profundo.

3 - Coloque a ponta da língua atrás na parte superior dos dentes.

4 - Exale completamente o ar pela boca.

5 - Inspire o ar silenciosamente e profundamente pelo nariz em 4 tempos.

6 - Retenha o ar durante 7 tempos.

7 - Exale o ar com som em 8 tempos.

8 - Repita os movimentos 5, 6 e 7.

Exercício 2
Recorra à imaginação e memória

O facto de nos determos a imaginar, ou a recordar, uma situação extremamente agradável produz, por si só, efeitos relaxantes poderosos. «Imaginarmo-nos numa praia, a sentir a areia tépida nos pés, sentindo o corpo leve, tonificado, saudável, a temperatura agradável, água fresca nos pés, o cheiro a maresia; ouve-se o mar com ondas suaves, a paisagem é beatífica, saboreamos uma bebida ultra-saborosa e fresca», sublinha Vítor Rodrigues.

O objectivo é sentir-se como se estivesse naquele ambiente de paz e harmonia.

- Respire calma e profundamente algumas vezes, procurando relaxar.

- Solte todos os músculos do rosto, do pescoço, das omoplatas, dos braços.

- Solte os músculos do tórax, do abdómen, das pernas e dos pés.

- Sinta-se completamente relaxada.

- Visualize uma imagem que lhe seja agradável.

- Concentre-se e perca-se nessa imagem e nos seus pormenores.


Exercício 3
Observe o seu corpo

O relaxamento produz bem-estar físico e emocional. «A maioria dos estados de perturbação emocional e, em geral de sofrimento físico e psicológico, tendem a aumentar o tónus muscular», explica Vítor Rodrigues.

Segundo o psicólogo, «é isso que acontece nos estados de ansiedade em que a percepção vaga de que algo pode correr mal ou está a correr mal induz tensão».

O relaxamento muscular é, assim, um dos melhores antídotos.

- Concentre-se na sua postura, percorrendo mentalmente as áreas da face, pés, mãos, peito, abdómen, costas, ombros, braços, dedos, simplesmente observando até que ponto estão contraídas ou descontraídas, tentando senti-las o mais completamente possível.

- Repare na temperatura e na sensação da roupa na pele.

- Deixe-se ficar, com a cabeça vazia.

Exercício 4
Detenha-se no presente

Ponha este exercício em prática, sugerido por Vítor Rodrigues, enquanto anda na rua. «Caminhe lentamente, observando as cores, formas, objectos em seu redor, como se fossem objectos que vão entrando suavemente no seu aparelho perceptivo, enquanto vai observando o efeito que têm à medida que isso acontece».

«Por exemplo, agora que me aproximo deste jardim, o que é que isso me faz? Quando reparo naquela criança que brinca, o que é que isso produz em mim? A auto-observação pode ser muito relaxante pois devolve-nos ao tempo presente e isso é contrário à ansiedade, que implica a antecipação de ameaças futuras, muitas vezes imaginárias», sublinha.

Exercício 5

Abrande o ritmo

Este exercício é ideal para fazer em casa. Durante cinco minutos, faça todos, mas mesmo todos, os movimentos em câmara lenta. Isso vai obrigá-la a usar o corpo de outra maneira e a dar muita atenção a gestos habitualmente mecânicos. O efeito pode ser muito calmante e relaxante.

Vantagens de uma mente calma

- Aumenta a qualidade de vida
- Melhora o desempenho profissional e desportivo
- Estimula uma maior capacidade de concentração
- Promove a inspiração e criatividade
- Ajuda a controlar a tensão arterial
- Permite-nos compreender melhor o nosso corpo e reacções emocionais
- Reduz fortemente os níveis de stress, contribuindo para o bem-estar físico e psicológico

Dica
A meditação é muito recomendada para casos de insónia, dores de cabeça, cansaço e problemas digestivos.



fonte: sapo
Vai livrar-se de grande parte da gordura saturada, associada a um maior risco de doença cardiovascular, que encontramos nos produtos de origem animal.

As frituras exigem óleos 100% vegetais, resistentes, com um sabor neutro.. Os óleos de girassol ou amendoim, bem como os óleos alimentares das principais marcas, são boas opções já que permitem usufruir das suas principais propriedades nutricionais, preservando ao mesmo tempo o sabor dos alimentos.

A gordura retida nos alimentos fritos varia em função da dimensão do alimento: quanto maiores, menos gordura acumulam. Mas se fritar menos massa de cada vez, vai evitar ter de acabar uma enorme rabanada, que já a está a enjoar, só porque fica mal deixar no prato.

Não deixe que os alimentos absorvam muito óleo! Para isso basta ter atenção à temperatura de fritura (180ºC). É preferível usar óleo novo, que ainda não foi usado em frituras anteriores, pois não compensa poupar neste ingrediente se puser em risco o resultado final.

Tire o maior partido do óleo da fritura. Tape o recipiente quando estiver a fritar, evitando assim a exposição excessiva ao ar. Entre frituras, reduza a temperatura ou desligue a fritadeira. No final, escorra bem os alimentos e use o papel de cozinha para absorver o óleo vegetal a mais.


Lembre-se: O problema não está nos doces de Natal, mas nos excessos que se cometem. Veja quantas celebrações tem entre família, trabalho, amigos… e tente fazer no máximo uma ou duas refeições mais calóricas por semana. Não deixe a mesa posta entre o dia 25 e o final do ano, assim o Natal serão apenas dois dias e não quando o seu estômago quiser!

fonte; mulher portuguesa