Como Cozinhar os Alimentos

Cozinhar é uma arte que você pode aprender com a ajuda dos nossos conselhos sobre como cozinhar melhor os alimentos.

Assar
É a cozedura em forno tradicional ou a calor rotativo. As temperaturas variam em função das diferentes preparações culinárias.

Vantagens dietéticas: em atmosfera seca, sem água e muitas vezes, sem gorduras, grande parte do valor nutricional do alimento é preservado. O sabor permanece concentrado dentro do alimento.
Pretende assar peixe ou carne no forno? Então não esqueça, na véspera: apare todas as gorduras visíveis dos animais; prepare a marinada com múltiplos temperos - salsa, louro, pimenta, polpa de tomate, alho, cebola, limão, vinho... e coloque no frigorífico a marinar.

No próprio dia: coloque os alimentos no forno sobre rodelas de cebola (para que, ao escorrer, a gordura dos alimentos não engordurem o assado) e à medida que a marinada se evapora, vá regando com a que previamente guardou.

Cozer   

Os alimentos são mergulhados numa determinada quantidade de água fria ou já a ferver. O tempo de cozedura é variável em função do tipo de alimentos e do objectivo: curto, no caso de se pretender apenas branquear os alimentos; grande no caso de se querer uma cozedura profunda.

Vantagens dietéticas: Se os alimentos forem mergulhados em água já a ferver, obtem-se um alimento muito saboroso. Os aromas e os nutrientes vão passando lentamente para a água da cozedura.

A cozedura com água em grande ebulição é de evitar porque provoca uma perda superior de minerais, bem como de vitaminas solúveis na água e sensíveis ao calor.
Aproveite a água onde cozeu os alimentos para confeccionar sopas, molhos e tantas outras coisas mais... Esta água é extremamente rica em nutrientes. Mas não esqueça! Após o seu arrefecimento, retire sempre a gordura que fica à superfície da água, uma vez que é prejudicial para a saúde.

Cozinhe em pequenas quantidades de água, durante o mínimo tempo possível e sempre com o recipiente bem fechado.

   Cozedura a vapor


O alimento é cozinhado numa panela especial para o efeito, ou simplesmente pousado sobre um passador, em cima de água a ferver.

Vantagens dietéticas: não há contacto com a água, o que permite preservar todas as propriedades e nutrientes dos alimentos, o seu sabor e a sua forma, ficando com um aspecto mais apetecível.
Os legumes cozidos em vapor não levam sal. Precisam de ser temperados antes de servidos, mas têm um sabor muito melhor.
  
Cozedura em microondas

A cozedura dos alimentos é efectuada através de ondas electromagnéticas ultra curtas (Frequência de 2450 mHz).

Elas são emitidas e conduzidas dentro do micro-ondas e agem sobre as moléculas de água dos alimentos, agitando-as com força e aumentando a sua temperatura. Esta técnica é comparada à técnica de estufar, porque os alimentos cozem na sua própria água.

Vantagens dietéticas: as perdas nutricionais são limitadas mas os aromas não se desenvolvem, nem atingem um aspecto crocante e dourado como no forno tradicional.

  
        Para limpar o seu micro-ondas, introduza um prato de sopa com água e deixe ferver, libertando o vapor. Também pode tapar o prato com outro colocado ao contrário, evitando assim os salpicos. Seguidamente, passe um pano.

Lembre-se que, por questões de segurança, nunca deve introduzir no seu micro-ondas, objectos de metal nem louças que tenham frisos dourados. 

Estufar 

Estufar é uma cozedura lenta do alimento na sua própria água, uma vez que esta se vai condensando nas paredes da caçarola, hermeticamente fechada.

Esta preparação não necessita de gordura e pode ser usada para legumes, carnes e peixes, ricos em água.

Vantagens dietéticas: o sabor dos alimentos é excelente. A sua água constitui um sumo rico em elementos aromáticos e em minerais.

As perdas nutricionais são mínimas, sobretudo se a cozedura for rápida
  
    Fritar

O alimento é imergido numa determinada quantidade de matéria gordurosa a ferver (180º), muitas vezes envolto por uma cobertura para fritar.

Vantagens dietéticas: não há difusão dos princípios aromáticos no banho da fritura, no entanto, aumenta sensivelmente o valor energético dos alimentos. Deve ter atenção dois aspectos fundamentais: nunca deixe queimar o óleo da fritura e substitua-o regularmente.
        Evite fritar alimentos e, quando o fizer, utilize preferencialmente azeite, óleo de amendoim ou banha de porco, sem ultrapassar os 180ºC.

No entanto, se fritar:

    * seque os alimentos antes de os submeter à fritura - a água reduz a vida útil dos óleos e gorduras e faz com que estes sejam absorvidos em excesso pelos alimentos.
    * escorra bem os alimentos depois da fritura. Use, sempre que possível, papel de cozinha para absorver parte da gordura dos alimentos fritos.

    Grelhar

Grelhar um alimento é colocá-lo em contacto com uma fonte de emanação de calor. Pode ser grelha de fornalha, chapa ou directamente nas brasas.

Vantagens dietéticas: o alimento grelhado mantém o seu valor nutritivo porque as proteínas formam rapidamente uma camada protectora à volta do alimento. Desta forma a maior parte dos nutrientes permanecem no alimento.
        Nunca deixe queimar os alimentos. As partes carbonizadas contêm produtos tóxicos.

Rejeite sempre qualquer parte do alimento que esteja queimada ou esturricada, uma vez que esta pode ser prejudicial a saúde.




Na panela de pressão

   O alimento é cozido numa panela hermética onde a pressão sob o efeito do calor, permite obter uma temperatura de cozedura superior a 100º.

Vantagens dietéticas: esta preparação têm 3 vantagens principais:

    * rapidez de preparação;
    * se os tempos de cozedura forem respeitados, o sabor dos alimentos também se mantêm;
    * uma vez que o tempo de cozedura é diminuido para metade, as perdas de vitaminas são pouco significativas. Estas resistem melhor a uma temperatura elevada durante um curto espaço de tempo, do que a uma temperatura menos elevada durante mais tempo.
    * em virtude da quantidade de água acrescentada ser pouca, há pouca dilução dos aromas e minerais no líquido de cozedura.
Depois de utilizar uma panela de pressão e para a pressão sair mais depressa, assente a panela sobre um pouco de água fria ou deixe cair um fio de água fria sobre a tampa, mas sem tocar na válvula da panela.
       
Em "papillote"

O alimento é embrulhado , hermeticamente, numa folha de papel de alumínio antes de ser cozinhado. Utilize especiarias e ervas aromáticas para desenvolver aromas.

Vantagens dietéticas: é uma preparação fácil que preserva a ontuosidade e o sabor dos alimentos e permite uma cozedura a vapor, sem gorduras.
  

Saltear

O alimento é cozinhado rapidamente em manteiga ou gordura, com lume muito quente até ficar levemente tostado. Posteriormente a cozedura é terminada em lume mais brando.

Vantagens dietéticas: as proteínas formam uma camada protectora em contacto com o calor forte, que mantém as substâncias nutritivas e aromáticas dentro do alimento.

Este preparação altera pouco o valor nutricional dos alimentos e torna-os mais saborosos.




fonte: continente

Sem comentários:

Enviar um comentário