Paixões frescas em Verão quente


O Verão é aquela altura propícia ás paixões! Conhecem-se pessoas novas, a noite convida a sair, e eis que entre uma palavra, um olhar, e um beijo, surge a paixão!


Os amores de Verão são muito intensos, mas rapidamente têm tendência a terminar. Pessoas que, por vezes, mal se conhecem envolvem-se emocionalmente com outras, e só mais tarde se apercebem do fiasco da relação. Não queremos de forma alguma estar a dizer que não é possível uma relação, que teve o seu início no Verão, ser duradoura, mas acredite que as hipóteses são bem menores! É que na maioria das vezes você está a dar um tiro no escuro, e só depois é que as coisas têm tendência a aclarar!

Repare que o Verão é a altura em que o calor penetra nos corpos, há uma maior predisposição para se beber, sair à noite, deixar-se levar pelo brilho das estrelas, sendo a época na qual o convívio é mais intenso. Por estes motivos todos, a atracção está em todo o lado, onde quer que se vá! Além do mais, as pessoas estão de férias, muito mais soltas, e sem os stresses de que habitualmente são alvo na altura escolar ou laboral. Enfim, o cenário perfeito ao romance!

Imaginemos a seguinte situação: num bar, apinhado de gente, conhece um rapaz bem interessante que, por acaso, está cá de férias na casa de um amigo seu. Começam a conversar, dão-se bem, saem, riem, divertem-se, e julgam que têm tudo a ver um com o outro.

Deixar-se levar pelas emoções é, sem dúvida, muito positivo e alimenta bastante o ego, mas tenha sempre a noção de que pode colocar um travão sempre que assim entender. Se as coisas derem para o torto, você não vai sofrer decepções!

O desfecho desta história pode ter duas versões: a primeira é que quando ele partir vocês iniciam um relacionamento à distância, que é sempre um risco, e as coisas parecem estar mais ou menos estabilizadas, ainda que você esteja um pouco às cegas.

Quem lhe garante o que ele faz no local onde vive? A segunda hipótese é ele fazer promessas de amor eterno, quando ainda estiverem juntos, e depois nunca mais lhe dar qualquer sinal de vida. Não lhe atende o telefone, não responde aos e-mails, nada! Aí, você apercebe-se que tudo não passou de um caso meramente de Verão! E, vai ter que estar preparada para qualquer uma destas probabilidades!

Costuma dizer-se que um relacionamento ainda recente quando sobrevive ao Verão consegue resistir a tudo! Se esta é uma verdade não sabemos, mas o certo é que o Verão transporta para a atmosfera uma necessidade de risco, aventura, desejo, que nem sempre se consegue evitar. Por isso, e caso se relacione com alguém, passe o Verão sem fazer grandes planos futuros. Depois, quem sabe, e caso tenha motivos para isso, pode ver as coisas de um ângulo um pouco mais seguro!

Claro que não tem nada de mal conhecer pessoas, envolver-se com elas, até onde você entender que deve ir, mas isso implica que tenha que ter presente que a qualquer momento pode vir a ter que desligar-se delas da mesma forma impulsiva com que se aproximou. Saber o que está por detrás das intenções de um homem é muito complexo, por isso aconselhamo-la a estar sempre de pé atrás. ‘Mais vale prevenir que remediar’- já dizia o velho ditado!

Divirta-se ao máximo neste Verão! Vá até ao restaurante que sempre sonhou, teste a sua voz naquele karaoke, embale-se ao som das suas músicas de eleição, deixe-se tocar pelo sol, sempre recorrendo ao protector e, porque não, deixar-se seduzir por aquele homem que não a tem deixado dormir sossegada?

Tudo depende de si! Uma vez mais é você que dita o seu presente amoroso nesta estação. Mas, não se esqueça que a estabilidade do seu futuro é da sua total responsabilidade !


1 comentário:

  1. Quem me dera apaixonar-me por um bode de boas famílias!!!
    :D mééééé

    ResponderEliminar