Azeite é mais calórico nas Saladas do que os Molho

Para variar do clássico azeite e vinagre, há molhos para temperar as saladas para todos os gostos. Apresentam menos calorias, mas, com frequência, os ingredientes em destaque não são os principais.
Preocupa-se com a quantidade de calorias que ingere quando tempera as suas saladas? Os molhos são uma alternativa ao clássico tempero com azeite. Uns incluem produtos lácteos (iogurte, natas ou queijo), mel e mostarda, e outros, ervas e alho ou ainda o chamado molho César e vinagrete. Em termos calóricos, estes produtos podem, por vezes, ser uma alternativa interessante ao azeite, desde que se utilize a mesma quantidade. Ao temperar, pode também reduzir um pouco esta gordura. Para quem se preocupa com a linha, o melhor é não temperar a salada, pelo menos, com molhos que contenham gordura. 
Molho de natas sem natas
O valor calórico dos molhos não varia muito dentro da mesma marca e ronda as 50 a 60 kcal por porção de 20 ml (o equivalente a 1 colher de sopa de molho para salada), valor bastante inferior se utilizar idêntica quantidade de azeite: o valor calórico sobe para 180 kcal. O molho vinagrete é o que contém menos calorias. O custo médio destes molhos ronda os 13 cêntimos por 20 ml. Só o azeite é ligeiramente mais barato: 10 cêntimos pela mesma porção. Mas se juntarmos um pouco de vinagre e sal, o preço é quase idêntico ao dos molhos, ou seja, 14 cêntimos.

Molho de queijo azul

Ingredientes em destaque, mas residuais 
A água e o óleo vegetal são os principais ingredientes dos molhos, logo seguidos do vinagre e dos açúcares. Os que integram a denominação de venda podem estar em quantidade apreciável, como o iogurte magro (25%). Já o queijo Roquefort, que dá nome a um molho, surge em quantidade muito pequena (1%). O mais grave é que no molho de natas, na marca Remia, não existem natas. Na lista de ingredientes não aparecem discriminadas. 
Molho de mel e mostarda
Entre os aditivos, destacam-se o sorbato de potássio (E202) e o EDTA de sódio e de cálcio (E385), conservantes aceitáveis do ponto de vista toxicológico, se ingeridos com moderação. 

O prazo de validade dos molhos é inferior ao azeite: em geral, os primeiros conservam-se durante 1 ano, enquanto o prazo do segundo prolonga-se por 2 anos. Além disso, após abertos, os molhos devem ser conservados no frigorífico.

fonte:proteste

Sem comentários:

Enviar um comentário